Dignidade Menstrual: Um Direito Essencial para a Saúde e o Bem-Estar

A menstruação, um processo natural da vida de milhões de pessoas, ainda é cercada de tabus e desafios. 

Anúncios

A falta de acesso a produtos de higiene menstrual, como absorventes, pode ter graves consequências para a saúde, a educação e a autoestima de quem menstrua. 

É nesse contexto que surge o Programa Dignidade Menstrual, uma iniciativa fundamental para garantir o direito à saúde menstrual e promover a igualdade de gênero.

No texto de hoje, você descobrirá mais detalhes sobre esse programa e qual a sua importância para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade. 

Não deixe de acompanhar! 

O que é o Programa Dignidade Menstrual?

Anúncios

Lançado em 2023 pelo Governo Federal, o Programa Dignidade Menstrual procura garantir o acesso gratuito a absorventes higiênicos para pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

Ele beneficia cerca de 24 milhões de pessoas, entre 10 e 49 anos, que se encontram em situação de rua, matriculadas em escolas públicas ou inscritas no Cadastro Único. 

Como funciona o programa?

Para ter acesso aos absorventes gratuitos, as pessoas beneficiadas podem seguir os seguintes passos:

  • Pessoas em situação de rua: podem se dirigir a unidades de acolhimento ou Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) para retirar os absorventes.
  • Estudantes da rede pública: podem retirar os absorventes na secretaria da escola onde estudam.
  • Pessoas inscritas no CadÚnico: podem retirar os absorventes em unidades do Farmácia Popular do Brasil.

Para realizar a retirada, é necessário apresentar um documento com foto e um comprovante de residência.

Além disso, antes de ir até as farmácias, as interessadas devem baixar o app Meu Sus Digital, entrar com o login do Meu Gov, e em seguida, clicar na aba do Dignidade Menstrual e emitir a autorização.

Imprima a autorização e leve até as farmácias cadastradas no Farmácia Popular. Então, o balconista vai te mostrar quais são os produtos disponíveis para esse programa. 

A importância do Programa Dignidade Menstrual

O acesso a produtos de higiene menstrual é essencial para a saúde e o bem-estar de quem menstrua. 

A falta de absorventes pode levar a diversas consequências negativas, como:

  • Infecções: a falta de higiene durante a menstruação pode aumentar o risco de infecções urinárias e ginecológicas.
  • Abandono escolar: a falta de absorventes pode levar a meninas e adolescentes a faltarem às aulas durante o ciclo menstrual, o que pode prejudicar seu desempenho escolar.
  • Baixa autoestima: a falta de acesso a produtos de higiene menstrual pode contribuir para a baixa autoestima e a sensação de vergonha em relação à menstruação.

O Programa Dignidade Menstrual é uma iniciativa fundamental para combater essas consequências negativas e garantir que todas as pessoas tenham acesso a seus direitos básicos, como o direito à saúde e à educação.

Ampliando o debate sobre a dignidade menstrual

O programa é um importante passo para garantir o direito à saúde menstrual, mas ainda há muito a ser feito para combater os tabus e desafios relacionados à menstruação. 

É fundamental promover a educação menstrual nas escolas e na sociedade, conscientizar sobre a importância da higiene durante o ciclo menstrual e combater a discriminação e o estigma em relação à menstruação.

Juntas, podemos construir uma sociedade mais justa e igualitária, onde a menstruação seja vista como um processo natural e saudável, e não como um motivo de vergonha ou exclusão.

Se você conhece alguém que tem direito a retirar absorventes gratuito, não de compartilhar esse conteúdo.

Sem dúvidas, você estará ajudando alguém a passar pelo ciclo menstrual de uma maneira mais justa e leve. 

Embora possa parecer algo insignificante para algumas pessoas, esse benefício fará uma enorme diferença na vida de muitas meninas e mulheres. 

Gostaria que tivesse um benefício assim na época em que eu era adolescente, e fico feliz que as adolescentes dessa geração possam contar com ele. 

Para mais informações sobre o Programa Dignidade Menstrual, acesse: