Como saber quando vou receber a restituição do Imposto de Renda?

O período de pagamento da restituição do Imposto de Renda já começou, e se você deseja saber quando receberá a sua, podemos te ajudar a encontrar a resposta.

Anúncios

A ordem de pagamento segue o famoso cronograma de lotes, mas, saber exatamente em qual lote a sua restituição cairá nem sempre é uma tarefa fácil.

Então, se deseja sanar essa dúvida para poder planejar o uso dos valores, continue a leitura para conferir informações importantes sobre o assunto!

O que é a restituição do Imposto de Renda?

Se você entregou a sua declaração do Imposto de Renda pela primeira vez este ano, é provável que não compreenda exatamente o que é a restituição.

A restituição do Imposto de Renda é um procedimento pelo qual a Receita Federal devolve ao declarante valores excedentes pagos em impostos.

Anúncios

Então, caso você tenha pago mais impostos do que deveria no último ano, é provável que tenha restituição a receber.

Esses valores a mais podem ocorrer por 2 motivos: o primeiro deles é quando existe um erro de cálculo e o Imposto de Renda acaba sendo descontado acima do valor devido, direto da fonte. 

Já o segundo motivo é quando, na declaração, o declarante informa os chamados gastos dedutíveis, o que reduz o valor devido em imposto, e por consequência gera valores a restituir.

Considerando que ninguém pode pagar impostos além do que deve, o Estado tem por obrigação devolver os valores excedentes ao cidadão, e isso é feito por meio do procedimento de restituição.

O período de restituição costuma ocorrer logo após a finalização do prazo da entrega da declaração, que costuma ser no mês de maio de cada ano.

Como saber se tenho direito à restituição do Imposto de Renda?

A forma mais simples de saber se você tem direito à restituição do Imposto de Renda é justamente no momento da declaração.

Isso porque, no sistema de entregas, no canto esquerdo da tela existe um campo que mostra os impostos a pagar e valores a restituir.

Então, caso a sua declaração resulte em valores a restituir é sinal que você tem direito à restituição.

Mas, se você não se recorda, saiba que é possível verificar na página de “Consulta de Restituições IRPF, no site da Receita Federal.

++Saque Aniversário do FGTS: o que é e como funciona?  – Aceitei

Cronograma de lotes: entenda o método de pagamento

O método tradicional de pagamento da restituição do Imposto de Renda é por meio do cronograma de lotes.

Basicamente a Receita Federal divide os pagamentos em 5 lotes principais, pagos entre os meses de maio e setembro, uma vez ao mês.

Então, na prática os declarantes são divididos nesses lotes, de modo que a ordem de pagamento é definida com base em alguns critérios, como:

  • Prioridade para aposentados pelo INSS, declarantes cuja principal fonte de renda é o magistério, entre outros critérios;
  • Data de entrega da declaração;
  • Declarantes que tenham indicado pix como método de pagamento da restituição.

As datas para cada lote esse ano são as seguintes:

  • 1º lote: 31 de maio
  • 2º lote: 28 de junho
  • 3º lote: 31 de julho
  • 4º lote: 30 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro

Vale dizer que em alguns casos os lotes regulares não são suficientes para pagar todos os declarantes, nesse caso, a Receita realiza os pagamentos pelos chamados Lotes Residuais, pagos nos meses subsequentes.

Como saber quando vou receber a restituição do Imposto de Renda?

Neste momento você já sabe como funciona o pagamento regular da restituição do Imposto de Renda.

Mas, ainda não temos a resposta sobre datas específicas. Afinal de contas, é possível saber quando o pagamento cairá de forma exata?

Vale dizer que o cronograma de lotes é aleatório, embora a ordem de pagamento ocorra com base nos critérios descritos anteriormente.

Por isso, com exceção do primeiro lote, destinado aos declarantes do grupo prioritário, os demais não têm certeza de quais serão seus lotes.

Por regra a ordem de pagamento é com base na data de entrega da declaração, por isso, quanto antes ocorrer a entrega da sua, maiores são as chances de cair no segundo ou terceiro lote.

A única consulta disponível atualmente é sobre a liberação do lote atual. Então, quando ocorrer a liberação do terceiro lote, você poderá fazer a consulta para saber se o seu pagamento virá por meio dele.

É possível fazer essa consulta no site da Receita Federal, na aba “Consulta Restituição IRPF”, usando o seu CPF e data de nascimento.

É possível antecipar o pagamento?

Atualmente já ocorreu o pagamento do primeiro e segundo lote da restituição do Imposto de Renda, e se você não caiu em nenhum deles, é provável que esteja preocupado.

Conforme explicamos, a ordem de pagamento é definida com base na ordem de entrega, então, se você deixou a sua declaração para a última semana, é bem provável que caia nos últimos lotes.

Nesse caso, será que é possível antecipar a restituição do Imposto de Renda?

Essa antecipação só é possível por meio de empréstimo liberado por alguns bancos, onde basicamente o valor da restituição é oferecido como empréstimo, e na data de liberação do lote você o devolve ao banco, acrescido de juros.

Vale dizer que estamos falando de uma modalidade de crédito, por isso, caso queira aderir, faça a solicitação com cautela, considerando as condições e as taxas.

De todo modo, se você não deseja esperar, pode compensar aderir a essa proposta, mas, caso opte por ter paciência, receberá o seu valor sem descontos na data correta.

Leia também: Aplicativos para encontrar vagas de emprego: 4 opções eficientes (aceitei.com).

Trends