Auxílio Reconstrução: como funciona e quem pode receber? 

O Auxílio Reconstrução é uma iniciativa do Governo Federal que visa auxiliar famílias que perderam suas casas em virtude dos desastres ocorridos no Rio Grande do Sul em 2024.

Anúncios

Esta é uma medida extraordinária, que tem como foco auxiliar aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade e desabrigo.

A seguir explicaremos o funcionamento deste benefício em detalhes, então, se você está nessa situação, ou conhece alguém que esteja, continue a leitura para conhecer a possibilidade, além de saber como receber os valores liberados.

O que é o Auxílio Reconstrução?

Os desastres ocorridos no Rio Grande do Sul no primeiro semestre de 2024 chamaram a atenção do país, pois cidades foram inteiramente inundadas pelas enchentes.

Com isso, milhares de famílias perderam suas casas, e hoje enfrentam dificuldades por não terem para onde retornar com as suas famílias.

Anúncios

O Auxílio Reconstrução é um benefício do Governo Federal idealizado com foco em auxiliar esses cidadãos neste momento tão difícil de suas vidas.

A ideia é fornecer o valor de R$ 5.100 em parcela única ao responsável pelo grupo familiar, a fim de que seja possível conquistar novas oportunidades de moradia, seja por meio de aluguel, reforma ou pela solução mais vantajosa para a família.

Então, fica esclarecido que se trata de um auxílio financeiro, pago em parcela única às famílias atingidas pelos desastres ocorridos em 2024 no Rio Grande do Sul.

Quem tem direito ao benefício?

Conforme explicamos anteriormente, o Auxílio Reconstrução é um benefício extraordinário, criado para auxiliar famílias acometidas pelas inundações no estado do Rio Grande do Sul.

Por isso, para ter direito ao recebimento do valor de R$ 5.100 por família é preciso que esta seja residente de alguma região atingida pelas enchentes até o dia 7 de junho de 2024 e esteja em situação de desabrigo temporário ou permanente.

É importante dizer que o recebimento do auxílio não é concedido mediante comprovação de renda, e a família não precisa ter cadastro no CadÚnico.

Além disso, aqueles que recebem Seguro-desemprego ou benefícios relacionados poderão receber o Auxílio Reconstrução, desde que atendam aos critérios principais da iniciativa.

Por fim, vale dizer que este auxílio é pago por família, então, apenas 1 integrante do grupo familiar poderá solicitá-lo. Caso mais de 1 integrante da família receba o auxílio, isso poderá configurar fraude. 

Saiba mais: Auxílio Reconstrução — Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.

Quem recebe Bolsa Família tem direito ao Auxílio Reconstrução?

Uma das principais dúvidas acerca do Auxílio Reconstrução é se beneficiários do Bolsa Família têm direito a recebê-lo, e responderemos esse questionamento agora mesmo.

É importante dizer que o Auxílio Reconstrução não possui relação com outros benefícios, então, sim, beneficiários do Bolsa Família podem recebê-lo, desde que atendam ao critério de estar em situação de desabrigo em virtude das enchentes ocorridas no Rio Grande do Sul até 7 de junho de 2024.

Então, o simples fato de ser beneficiário do Bolsa Família não classifica a família para receber este novo auxílio se esta não residir nas regiões acometidas pelas inundações.

Além disso, este novo auxílio não tem o intuito de garantia de renda mínima, sendo voltado especificamente para a garantia de moradia para famílias que perderam suas residências.

++Energia Elétrica de Baixo Custo: Como se Cadastrar – Aceitei

Saiba como garantir a sua participação no Auxílio Reconstrução

Caso você identifique que possui direito ao Auxílio Reconstrução, saiba que a solicitação do benefício é bem simples, já que pode ser feita pela internet.

Mas, antes é preciso que o responsável pelo grupo familiar faça uma pré-solicitação junto à prefeitura da sua cidade. A prefeitura ficará responsável por enviar o cadastro da família ao sistema.

Isso feito, confira abaixo os próximos passos:

1. Acesse a página de solicitação, no portal da Dataprev com a sua conta do Gov.br;

2. Verifique e confirme os dados cadastrados;

3. Aguarde pelo pagamento, que será feito pela Caixa Econômica Federal.

É importante destacar que esse procedimento só dará certo se antes ocorrer o cadastramento pela prefeitura, já que por meio dele é possível identificar as famílias que realmente sofreram os impactos dos desastres.

Então, após abrir a solicitação na prefeitura, aguarde 2 dias úteis para acessar o sistema, confirmar os dados cadastrados e assim prosseguir com o recebimento do auxílio.

Como ocorre o recebimento dos valores?

Assim como o cadastro, o recebimento do Auxílio Reconstrução no valor de R$ 5.100 em parcela única também é bem simples.

Isso porque, após a confirmação dos dados, a Caixa Econômica terá até 2 dias úteis para realizar o pagamento na conta do representante da familia.

Caso o representante tenha conta na Caixa, os valores irão diretamente para lá. Mas, se você não possui, não se preocupe, pois a Caixa abrirá uma poupança social automaticamente para realizar o pagamento.

Nesse caso, para acessar a conta poupança, cadastre-se no app Caixa TEM, que te permitirá fazer transferências e pagamentos com o valor do auxílio.

Por fim, é importante dizer que o auxílio corresponde à parcela única, então, após o pagamento, não haverá outro.

De todo modo, para quem enfrenta dias difíceis, este benefício oferece alguma esperança, então, se a sua família sofreu com os desastres, solicite o seu!

Leia também: Auxílio-Maternidade, apoio às Mães – Aceitei.

Trends